sábado, novembro 26, 2005

Mãe...Já não querem saber de mim


"Querida Mãe:

Os meninos já não querem saber de mim. Chamam-me nomes e não me deixam brincar com eles. Mãe, diz-me o que fazer. Estou perdido. Choro todos os dias e batem-me quando faço beicinho. Não é justo. Eu sou mais bonito e mais inteligente que eles. E ainda por cima visto-me melhor. Discriminan-me por ter bom gosto. Isto no estrangeiro não acontecia. Mãe, tira-me daqui. Preciso dos teus carinhos.

Amor do teu filhinho

Paulo

Ps- O mano Chico ainda molha a cama e o quarto dele cheira mal. Ontem apanhei-o a fumar a Bíblia. Mãe, tens que o corrigir.

Mais amor e saudades do teu menino

Paulinho."

INCS

2 comentários:

Helder disse...

É impressão minha ou andas a confundir o Paulinho das feiras com o Miguelito das brocas?

___ disse...

querida mãe, querido pai - então que tal!!!

O Paulinho anda do jeito que ele quer!!!