sábado, setembro 09, 2006

Pombo procurado pelo FBI

-"...momentos atrás chegou o Presidente do Carapaus com Chantilly, acompanhado do Director da Carapaus Filmes e da representante legal do pombo. Recordamos, caros telespectadores, que o pombo esteve envolvido numa situação ainda largamente por esclarecer na pequena aldeola de Jhalabordi, no Gujarate (Índia), antes de chegar a Portugal onde se tornou numa celebridade ao ser anunciado pela Carapaus Filmes para protagonizar dois dos seus castings. Recentemente, foi anunciada a suspensão das rodagens, sem qualquer explicação. O paradeiro do pombo é, desde então, uma incógnita. E quando tudo indicava que o pombo iria voltar, rebentou a polémica do outro lado do Atlântico. Vamos agora ouvir o Presidente do Carapaus com Chantilly:

-...agradecer a comparência de todos. Chegou à minha atenção, por atenciosa informação do meu colega S. A. C, aquilo que, sendo uma situação muito grave, não é menos um enorme mal entendido. Eu tenho comigo a advogada do pombo, a Dr.ª HC que conduzirá o resto desta conferência. Dr.ª?

-Obrigado, Senhor Presidente. Como é do conhecimento geral, foram suspensas as rodagens dos dois filmes de que o Sr. pombo é protagonista. Desde então, muitos dos seus admiradores têm exigido o seu aparecimento e têm pressionado o Carapaus com Chantilly a divulgar a sua localização. Asseguro-vos que o Sr. pombo está sensibilizado com a preocupação demonstrada e pediu-me que o transmitisse aqui. Por razões de força maior não vos poderei dizer nada sobre o assunto. Hoje estou aqui para acabar com a especulação e os rumores que surgiram nas últimas horas a respeito do meu cliente.

Vou começar por estabelecer os factos: é verdade que o Sr. pombo é, desde ontem, um dos mais procurados nos Estados Unidos da América pelo FBI por alegada associação criminosa. Esta acusação é uma infeliz confusão com o Congressista Richard Pombo. Como podem saber, Richard Pombo, neto de portugueses, tem sido criticado por prática de corrupção e de condução de uma política pouco ética no que respeita à vida selvagem.

Numa deplorável iniciativa da Associação de Defensores da Vida Selvagem, o meu cliente foi indiciado por aceitar subornos para defecar em parques naturais nacionais e em cima de espécies protegidas num esforço de desvalorizar o terreno para assegurar a sua venda. Estas acusações são infundadas como teremos oportunidade de fazer chegar ao FBI. Estamos a trabalhar em conjunto com as autoridades norte-americanas, que imediatamente exigiram a deportação do Sr. pombo, para resolver esta desagradável situação que mancha a reputação do meu cliente.



-E terminou assim a intervenção da Dr.ª HC. Ficamos portanto a saber que o pombo é neste momento procurado nos Estados Unidos por associação criminosa. Este novo episódio na vida do pombo lança várias questões sobre as razões do seu súbito desaparecimento e o porquê do silêncio à sua volta. É provável que nos próximos dias aumentem a especulação e os rumores, principalmente quando a advogada do pombo se nega a prestar declarações sobre o seu paradeiro ou situações actuais. Aqui a conferência terminou. De volta aos estúdios.

Consul

1 comentário:

teresa disse...

Tá tudo explicado! Onde quer que ele esteja, espero que saiba que aqui ainda o amamos muito! (quase ipsis verbis o discurso de uma habitante de Felgueiras falando da Fátima.. naqueles tempos..) :P