domingo, julho 13, 2008

A (difícil?) tarefa de educar um filho

«I let my son watch the anime’s Dragonball, DBZ and DBGT since he was eight years old. At first, I thought it was too violent, but I realized this is the best show for training to become a true man. True men need not to flaunt themselves. They're calm, gentle and modest but when it comes to the crunch they don’t hesitate to kill the enemy, and I think that’s what Goku is»

James Marsters, em entrevista a http://dbthemovie.com

É. Desde que eu vejo o Dragon Ball que também penso em dizer ao pequeno e eventual ML Junior: «Meu filho, sê calmo, gentil e modesto. Mas se implicarem contigo na escola, pega num pau e espeta-lhes na garganta!!! E fica a ver o sangue a espirrar e a sair como num cano roto!! E depois limpa a boca com a tua mão ensanguentada e lambe os lábios! E depois cospe! E coça os tomates». Porque isso fará dele um homem a sério. Não podia estar mais de acordo.

ML

2 comentários:

Arya Bodhisattva disse...

para além disso, é também bom aprenderem que não existe realmente morte e qualquer pessoa pode ser ressuscitada com bolas de cristal.

o que explica os avistamentos do elvis.

Carapaus com Chantilly disse...

Bahahahahahahhahahahhahahahhaha!
O melhor comentário desde há muito tempo!
CP