sábado, abril 02, 2005

Idolatria baratucha

Sentei-me. Coloquei suavemente as mãos rudes no teclado e tentei à força que os impulsos electricos se tornassem ideias e estas fossem transpostas para o monitor. Contudo algo estranho aconteceu, tornei-me uma criatura oca. Como terá isto acontecido? Crianças aprendam com os erros dos outros, por favor se prezam a vossa vida e criatividade, não idolatrem a Rute Marques! Agora sou um jovem com longos cabelos dourados, uma dentuça branca que faz inveja ao Portas, um bronze artificial amarelo, tenho um ligeiro sotaque (digo ligeiro porque só se nota quando abro a boca) e por fim deixei de conseguir ter qualquer espécie de pensamentos que não sejam repetir vezes e vezes sem conta mas posso mandar beijinhos?
Posso mandar beijinhos!?Mas posso mesmo mandar beijinhos?!?Quero mandar beijinhos!!Vá lá!!Quero mandar beijinhos!Oh Júlia, deixa lá!Mas deixa lá(...ad infinitum)
CP

3 comentários:

Helder Mendes disse...

Estás mesmo parecido com a Rute Marques? Com silicone e tudo? Não queres fazer o favor de me prestar uma curta (ou então looooongaaaaa) visita?:)))))

Rute Marques disse...

Migoh! Se o m'nino fôr um pão como o Gonçalo Dinis, Oh carago claro que te faço uma visita!
e já agora...posso mandar beijinhos? posso? ai, vou mandar beijinhos!!!Beijinhoooooos

Ginja disse...

Isso parece um daqueles sonhos estapafúrdios que se tem e não se sabe bem porquê....Freud explica . Ou não...