segunda-feira, dezembro 11, 2006

Estigmas, chagas e outras aventuras que tais

Tendo em conta que estamos em época natalícia e começa, mais uma vez, a estar na moda falar de Jesus, há uma pergunta que preciso fazer quase tanto como preciso da edição em Dvd do filme Party de Manoel de Oliveira. Suponho que toda a gente esteja familiarizada com as "chagas de cristo" e com a quantidade astronómica de gente que anualmente afirma ter os ditos estigmas - quem não sabe do que estou a falar há alguns filmes que podem "consultar", nomeadamente (e só porque é comercial à brava) o Stigmata. Passa-se então o seguinte, eu até estou disposto a admitir que Cristo tenha sofrido os estigmas, afinal de contas isso apareceu já em diversos filmes, incluindo naquele feito pelo senhor do Braveheart, filme esse incrivelmente similar ao dito Braveheart com a ligeira diferença que eles nem sabem falar inglês e que no fim não se ouve o jovem a gritar "Freedom!", apenas balbucia umas coisas enquanto faz olhinhos para o céu o que, convenhamos, não dá propriamente aquele impacto! Como toda a gente sabe os filmes só versam sobre a realidade logo é certo que Cristo existiu, vagueou, ceou, foi beijado por um suposto amigo com barba e sofreu os estigmas. Ora, eu não me admiro nada com isto dos estigmas, aquelas feridas semi-grotescas nas mãos, nos pés e no peito, já que afinal de contas Cristo vagueou pelo deserto durante uns tempos juntamente com os seus múltiplos amigos e, segundo consta, com a amiga de eleição de todos eles (Who is village bicycle? Anyone?). Como se sabe o deserto é um sítio "ligeiramente" abafado, não sendo portanto o local mais apropriado para dar uma volta depois da refeição (segundo reza a lenda, a avó de Cristo ainda hoje está à espera que ele regresse do tal passeio. Ao que parece Cristo terá dito à avó que ia só dar uma volta ao quarteirão e comprar tabaco) e também não o sítio certo para jogar às escondidas. Mesmo com a indumentária típica da altura, aquelas roupagens a puxar para o hippie mal-amanhado, a túnica já meio suja (as azeitonas tendem a deixar manchas terríveis) e a sandália aberta à moda de Roma, suponho que muito boa gente sofreria de problemas de pele. Ora bem, então não seriam, e não serão hoje em dia, as tão famosas chagas de Cristo, e agora peço desculpa pela imagem, nada mais nada menos que enormes micoses?

P.S. Para quem sofre da chamada "chagá à lá Cristô" vulgo "chagas de Cristo", o Instituto para a Qualidade de Vida e Protecção da Natureza recomenda que consulte o seu médico ou farmacêutico. É que já há umas pomadinhas que lhe resolvem isso...
CP

8 comentários:

Jade disse...

Vais ser trucidado pelos estigmatizados...
Fica bem!

CP disse...

Wish me luck then... :D

incs disse...

sempre com a qualidade dos produtos Pastex!

buskyta disse...

Oh CP, como é que podes ser tão herege meu filho? Logo se vê que a tua avó não te ensinou em tenra idade que aqueles pontinhos vermelhos que aparecem nas florinhas brancas lá na terra, pela altura da Páscoa são a prova, provada das 5 chagas de cristo?? Então é elementar meu caro CP Watson!!! As micoses não pingam sangue, ou outras tinturas bordeaux,né?

A única coisa que me intriga é que o pobre infeliz ainda ande por ai a limpar as feridas às flores, pá!! Que sistema de saúde é este que nem umas compressas e betadine lhe arranjam!!
Concerteza não está isento e tem que pagar taxas moderadoras ... suponho que o judas tb lhe tenha levado a carteira.

Anónimo disse...

Ai se o Bento qualquer coisa te descobre! És empalado em pleno Vaticano! Mas olha que a tese da micose merecia uma investigaçãozita. Se sobreviveres ao empalanço, conta comigo para a mesma. Alguém tem de se conseguir sentar para escrever a tese, certo?

Anónimo disse...

ora isso é "o código da micose" à espera de ser escrito.
fama, fortuna e a oportunidade de escolher um protagonista para o filme (com uma cabeleira ligeiramente menos suspeita) esperam-te.

Anónimo disse...

é que eu ainda tenho pesadelos com a poupa preta do tom hanks até este dia.

Anónimo disse...

Espera aí um bocadinho... mas estás a falar do Jesus certo?
Micoses?
Eu pensei que aquilo fosse algum tipo de chaga com a qual ele quisesse assustar as criançinhas...
"Olha, olha! Tenho as maos furadas!"
E eu que tremia tanto a pensar que ele vinha aí...
E no Natal? Eu tinha tanto medo que o menino Jesus raptasse o Pai Natal e eu nao tivesse presentes...
Estás-me a dizer que sofri tanto por causa de uma simples micose??
Valha-me Deus!!!