quinta-feira, outubro 05, 2006

Herança

A questão é mais ou menos esta: o que damos nós aos nossos pais? Alguma vez pararam para pensar nisso? Eles trabalham uma vida inteira, passam-nos os carros deles e vejamos: com sorte espera-nos uma herança mais ou menos interessante em dinheiro, quem sabe propriedades, naqueles casos fabulosos barcos, aviões, um império comercial... E agora, o contrário? O que damos nós aos nossos pais? Eu digo-vos! Nós somos filhos tão horríveis que gastamos o dinheiro deles, lhes devolvemos os carros espatifados, os fazemos andar nas piores bicicletas "porque eles insistem" e deixamos como herança aqueles computadores velhos demasiado obsoletos para serem modernizados. E agora, somos bons filhos?

ML

7 comentários:

Catwoman disse...

filho és, pai serás...

Anónimo disse...

Carapau, há filhos que oferecem aos pais estadas em lares de repouso para não terem trabalho com eles...
Outros pura e simplesmente esquecem-se deles...
Mas a vida é uma roda que gira sem cessar e um dia eles também saberão o que é ser idoso...
Um abraço

Humor Negro disse...

E alguém pediu para nascer?
Não tiveram o prazer? Agora que sofram as consequências... ;-)

S.A.C disse...

Bem... isto é só problemas existênciais por aqui... se não fosse o humor negro isto tornava-se num daqueles blogues filosóficos com pensamentos do dia e tudo... ufa!

Mas não generalizem... nem todos os filhos são umas bestas egoistas, e nem todos os pais são aquele mar de generosidade, uns mais outros menos como em tudo. Porra já tou a começar a divagar, esqueçam vou-me embora...

Carlopsis disse...

Eu ofereci uma conta do gmail ao meu pai e até lhe abri conta no MSN!!! Ele gostou tanto da experiência cibernética que fez um blog para me deixar para herança! :P lolol

teresa disse...

Epah, não.. eu tb sou uma dessas desnaturadas.. é só pedir, pedir, pedir.. coitadinhos..

Amir disse...

Então não somos? Ora essa! Cada um com o seu papel (?).